Alho Negro


Alho Negro
Adocicado, macio, sabor levemente defumado e frutado.

Ele é doce, frutado e macio. Em um processo originário do Oriente para fermentação e envelhecimento do bulbo comum (Allium sativum) traz nova cor à mesa. Com casca dourada e dentes escuros, pode levar a pensar que foi queimado ou está apodrecido. Mas, tal como vinho, o alho negro fica ainda melhor com o passar do tempo quando se tomam alguns cuidados. A história faz segredo sobre a procedência da técnica de preparo do alho negro,e os que dominam o processo, também . O que se sabe, no entanto, é que coreanos e japoneses disputam o posto de criadores da iguaria. Na Coreia, foi introduzido como suplemento na dieta por conter alto teor de antioxidantes, substâncias benéficas à saúde.
Existem referências de que o tal alho foi inventado em 2005,no Japão e de que o famoso chef espanhol Ferran Adrià,morando no Japão, provou pela primeira vez, em 2007. Com certeza mesmo só sabemos que o ingrediente é novo tanto para os orientais quanto para os ocidentais e que só agora,. atrai os olhares do mundo, Estes são alguns dos atributos que podem ser dado ao alho negro, ingrediente que vem ganhando a simpatia de Chefs e Gourmets.
O alho negro é o nosso alho conhecido, que passa por um cuidadoso processo de fermentação em estufas, modificando sua cor e seu sabor.
O processo não parece tão complicado. São escolhidas as melhores cabeças de alho e colocadas em uma estufa por 3 semanas a 1 mês, com temperatura e umidade controladas. Não é aplicado nenhuma substância. O alho é puro. Após atingir o ponto ideal de maturação, o alho negro é comercializado. Em embalagem muito bem fechada, ele dura até 3 meses em geladeira.
Ai está a criação do Rappanui com essa mais nova iguaria!!!
Espero que gostem!!!!!!!!!



Endívia com parma, cheese e alho negro.


Foto: Mônica Dantas

Beijos temperados......

Comentários

Adriana Martins disse…
É de muito bom gosto e criatividade né gente?
Pessoas assim merecem o reconhecimento!!!! Parabéns !!!

Postagens mais visitadas